terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Ferro velho









Minha alma voa,
circulando no espaço,
aberto, alternado,
de pé em pé, de mão em mão,
de sonho em sonho,
de tudo ficando,
quando nada é, a meu mando.
In. "comigo, sem mim"
(Manuel Pereira)

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

uk









A árvore representa a vida,
a raiz indica a ligação à existência terrena,
o tronco anuncia a solidez de carácter,
os ramos antedizem a expansividade do pensamento,
as folhas caracterizam a alegria de existir,
o florir!....
bem……..
como as flores não há.

sábado, 23 de outubro de 2010

Barca










O Lima e o Bucolismo de Diogo Bernardes
Meu pátrio Lima,
saudoso e brando,
Como não sentirá quem Amor sente,
Que partes deste vale descontente,
Donde também me parte suspirando?
Se tu, que livre vás, vás murmurando,
Que farei eu, cativo, estando ausente?
Onde descansarei de dor presente,
Que tu descansarás no mar entrando?
Se te não queres consolar comigo,
Ou pede ao Céu que nossa dor nos cure,
Ou que trespasse em mim tua tristeza:
Eu só por ambos chore, eu só murmure,
Que d'um fado cruel o curso sigo,
Não tu, que segues tua natureza.